CORONAVÍRUS: Como manter a comunicação e a rotina de estudos mesmo dentro de casa?5 min read

O isolamento voluntário para precaução da disseminação do coronavírus (Covid-19) no Brasil já é uma realidade. A expectativa é de que, em breve, todas as escolas em território nacional suspenderam suas atividades para evitar o agrave do problema. Em um período delicado como este, algumas medidas podem ser tomadas pelas escolas para minimizar os impactos do recesso escolar e garantir que os alunos mantenham a rotina de estudos. Além disto, é necessário que medidas sejam tomadas para reforçar que a comunicação neste momento seja feita de maneira consciente.

Lembre-se sempre, de ficar atento a todas as novidades com relação a este assunto divulgadas pelo Ministério da Educação (MEC). O ensino a distância em cursos presencias já foi autorizado pelo órgão, que tem como objetivo manter a rotina de estudo dos alunos – tema tão importante neste momento.

Para te ajudar neste assunto, montamos um artigo com algumas dicas de como a sua instituição pode agir nesta hora. Boa leitura : )

1- Atenção às “Fake News”

O primeiro cuidado que precisa ser tomado neste momento é a disseminação de notícias falsas para evitar o pânico generalizado. Busque sempre informações nos canais oficiais, como os boletins diários do coronavírus (Covid-19) Ministério da Saúde, por exemplo.

Evite compartilhar informações recebidas nas redes sociais, principalmente com o seu corpo docente e alunos. O momento inspira cuidados e a propagação de notícias falsas pode gerar um alarde desnecessário.

2- Utilize um meio oficial para divulgação de notícias

Possui o aplicativo o Escolaweb? Ótimo! Esta é uma excelente maneira de fazer todos os comunicados e deixar os alunos e responsáveis cientes das medidas que estão sendo tomadas na instituição.

Mantenha sempre a constância de envio de informações em um mesmo lugar para tornar o processo mais organizado.

Caso não possua nosso aplicativo, utilize uma rede social ou e-mail, por exemplo, para fazer a divulgação oficial de comunicados da instituição.

Caso um meio não seja escolhido como oficial, a informação pode passar de forma desencontrada e gerar uma falha na comunicação desnecessária.

LEIA MAIS:

Como a tecnologia pode ser uma aliada dos pais para confiança na escola?

Afinal, quais são as vantagens de ter uma rede social para escolas?

3- Proponha tarefas alternativas para não perder a rotina de estudos

Mesmo com a paralisação das aulas, tarefas alternativas podem ser propostas para dar seguimento a assimilação de conteúdo e tornar os dias dentro de casa mais movimentados. Manter a rotina de estudos nessa hora é extremamente importante! As atividades são uma maneira de monitorar a presença do estudante, colaborar com a pontuação e, mesmo de longe, medidas alternativas podem ser adotadas para garantir a interação entre a classe.

Outro ponto que precisa ser destacado é a continuidade da rotina mesmo em casa. Oriente os alunos a continuarem a acordar cedo e imporem tarefas para não perderem o ritmo. Confira algumas ideias legais que podem ser adotadas:

Livros

Porque não disponibilizar um determinado eBook para turma ler em conjunto? Algumas plataformas online já têm liberado livros de forma gratuita, o que pode ser uma ótima maneira de preencher o tempo ocioso.

Após a leitura, o professor pode separar diferentes pontos ou temas tratados e enviar para os alunos fazerem redações do que foi abordado no livro. O material pode render um concurso cultural!

O texto que ganhar a melhor avaliação pode até ganhar um post em homenagem nas redes sociais da escola ou algum mimo pré-determinado pelo professor : )

Filmes

Os filmes também podem ser uma ótima ideia na hora de trabalhar um tema que está sendo estudado em sala de aula – e porque não marcar um determinado horário para que todos possam fazer uma sessão cinema no conforto de casa e assistir ao mesmo tempo o longa?

Além de redações sobre o tema, a gravação de vídeos também pode ser sugerida e pontuada como forma de avaliação da tarefa passada.

Vídeos ou Podcasts

Algumas matérias permitem que o conteúdo assimilado dentro de sala seja feito de forma mais livre e criativa. Uma boa ideia é separar determinados conteúdos que seriam dados dento de sala e sugerir que os alunos montem aulas sobre o assunto.

Outra maneira legal de trabalhar o senso crítico e poder de discurso dos alunos, é pedir que eles montem podcasts defendendo o seu posicionamento sobre determinados temas.

Os vídeos e podcasts podem ser disponibilizados em uma playlist no Spotify ou Youtube para que todos os outros alunos possam também ter acesso ao material produzido.

Aulas dentro de casa

Uma medida que já tem sido adotada por algumas escolas são as videoaulas com os alunos. Elas podem ser feitas ao vivo ou gravadas e disponibilizadas. Assim é garantida a continuidade do conteúdo programático e os estudantes conseguem manter a rotina de estudos mesmo dentro de casa.

As aulas ao vivo são uma excelente maneira de interação, já que todos estarão ao mesmo tempo assistindo o conteúdo. Além disto, dúvidas podem ser tiradas na mesma hora, garantindo a agilidade de assimilação do conteúdo.

Em momentos como estes, medidas criativas precisam ser tomadas para garantir que tarefas do dia a dia continuem sendo tratadas dentro da normalidade, mesmo dentro de casa. Lembre-se sempre que o momento inspira cuidados e que a segurança do seu corpo docente e alunos agora é prioridade. Intensifique a importância do período de reclusão e adote medidas alternativas para fazer desse período mais fácil para os estudantes. A prevenção é o melhor remédio!

E você, tem outras dicas de como trabalhar a interação escolar neste período e não perder a rotina de estudos? Então conta pra gente : )