R.E.A

Você sabe o que é R.E.A.? Saiba os benefícios dessa novidade para a educação6 min read

Os materiais do R.E.A (Recursos Educacionais Abertos) representam uma ferramenta inovadora, que desperta a criatividade de educadores e alunos! Logo que são utilizados para fins educativos ou de pesquisa, em qualquer espécie de mídia ou suporte que sejam de domínio público.

Com o advento da internet, passamos a viver em uma época de grandes transformações. Uma vez que mudanças substanciais têm ocorrido no campo educacional,  precisamos estar a par de todos os recursos e novidades que a web pode nos proporcionar. Principalmente quando tais alterações possibilitam melhoras no ensino.

Saiba mais:
Entenda a importância do plano de gestão escolar e como montar o seu
Rendimento escolar: entenda a importância do acompanhamento
Como otimizar e simplificar os processos de gestão escolar?

 

Tais materiais possuem uma licença de modo aberto, ou seja, podem ser utilizados e adaptados de acordo com a realidade, o local e as circunstância da instituição de ensino.

Neste post, saiba mais sobre os benefícios desses recursos e aprenda a utilizá-los na sua escola. Acompanhe!

Quais são os elementos e liberdades do R.E.A?

Segundo uma das criadoras do R.E.A.br, Carolina Rossini, o projeto se baseia em três elementos:

  • conteúdos de aprendizado: como cursos, metodologias de ensino e aprendizado, exercícios etc.;
  • ferramentas: softwares para auxiliar a criação e melhoria do conteúdo, sistemas de gerenciamento e de aprendizagem, buscas e comunidades de estudo, entre outras;
  • recursos para implementação: licenças de propriedade intelectual para publicação aberta de materiais e ferramentas.

Além disso, ele permite quatro liberdades mínimas aos seus usuários:

  • usar: permissão para usar o original ou a nova versão, criada a partir de um REA, em uma variedade de contextos;
  • aprimorar: possibilidade de adaptar e melhorar os recursos, adequando-os às necessidades das aulas;
  • recombinar: liberdade de recombinar, ou seja, fazer misturas entre R.E.As para criar outros materiais;
  • distribuir: permissão para fazer cópias dos recursos e redistribuí-los.

Quais são as iniciativas no Brasil?

Iniciativas de REA existem há cerca de uma década no Brasil. Entretanto, embora tenha avançado em outros países — como os Estados Unidos, onde recebe recursos governamentais —, aqui essa ferramenta ainda engatinha em termos de políticas públicas.

Alguns projetos relacionados ao uso do REA foram implementados em São Paulo, Paraná e Distrito Federal. É o caso do Colégio Dante Alighieri, em São Paulo, que criou um portal próprio para armazenar o conteúdo produzido e realiza formação sobre o tema para os professores.

Outro exemplo de REA é o Livro Didático Público, que foi elaborado pela Secretaria de Educação do Paraná. Ele foi composto por textos produzidos por professores paranaenses, de modo colaborativo. Os educadores fizeram pesquisas sobre temas específicos e desenvolveram o próprio material para ser utilizado no ensino médio. O livro é um material de uso livre na internet.

Uma iniciativa do legislativo pode ampliar o REA: o Projeto de Lei 1513/2011, do deputado federal Paulo Teixeira (PT/SP), que trata sobre a política de contratação e licenciamento de obras intelectuais, tramita na Câmara Legislativa. O objetivo é fazer um balanceamento entre a proteção dos autores e o acesso da sociedade às obras. Entre outras coisas, determina que as obras compradas ou subsidiadas pela Administração Pública devem estar acessíveis à sociedade por meio de licenças livres.

Quais são os benefícios do R.E.A?

Os benefícios do REA são vários. Ao liberar o acesso, a adaptação e compartilhamento de materiais didáticos, a ferramenta estimula a colaboração, incentiva a criatividade e melhora o rendimento escolar dos estudantes.

Além disso, reduz os custos com material didático tanto para os entes públicos como para as famílias que têm seus filhos em escolas privadas. Consequentemente, contribui para a redução da evasão escolar causada pelo desinteresse ou pela falta de recursos.

Isso tudo porque o REA permite:

  • adequação do conteúdo de acordo com a sua realidade. Dessa forma, um professor de Geografia, por exemplo, pode optar por ensinar aos alunos temas relacionados à sua região;
  • compartilhamento daquilo que é produzido com outros educadores;
  • disponibilização do material para usuários da web;
  • adaptação dos materiais de acordo com o nível de aprendizagem dos alunos;
  • inclusão de conteúdos relevantes aos alunos;
  • acesso a materiais produzidos por outros usuários da internet;
  • troca e compartilhamento de ideias e adendos;
  • possibilidade de os alunos criarem, acrescentarem e modificarem materiais, além de responderem aos exercícios dentro do próprio livro online;
  • acessibilidade ao material para outros usuários, em qualquer lugar.

Como produzir um REA?

Encontre os recursos

Encontre recursos que possam atender às suas necessidades. Eles podem ser materiais próprios, como projetos antigos, anotações, exercícios, itens da internet com licença de uso etc.

Crie conteúdos

Você tem duas opções nessa fase: modificar um material existente, com base nos recursos que encontrou, ou iniciar um novo conteúdo partindo do zero.

Adapte o material

Caso opte por modificar um material pronto, talvez seja necessário fazer algumas adaptações, como inserir novos textos, refazer determinadas partes, acrescentar novas informações ou mesmo fazer correções.

Utilize o material adaptado

Terminado o processo de adaptação, você poderá utilizar seu REA em aulas, reuniões com outros professores ou, até mesmo, disponibilizá-lo na web.

Compartilhe os seus R.E.As

Após terminar o processo de produção do REA, você poderá compartilhá-lo com seus alunos, colegas de trabalho e outros, que poderão utilizá-lo e também adaptá-lo, caso necessário.

Onde encontrar R.E.As na internet?

Existem algumas plataformas online que disponibilizam materiais em português, cujas licenças estão liberadas para uso, reprodução e compartilhamento. Conheça algumas delas, a seguir.

Wikimedia Brasil

A exemplo da Wikipedia, que muitos já conhecem, a Wikimedia é colaborativa e conta com a contribuição de diversos voluntários. Os textos estão licenciados sob Creative Commons.

Edukatu

Edukatu é uma rede de aprendizagem que tem como foco a conscientização sobre o consumo consciente. Parte dos materiais é licenciada.

Currículo+

Currículo+ é uma iniciativa do Programa Novas Tecnologias — Novas Possibilidades, da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Ele consiste em uma plataforma digital de sugestões de conteúdos (como vídeos, animações, jogos digitais, simuladores, infográficos e áudios) para serem usados como um recurso pedagógico complementar, em uma construção coletiva. O site está licenciado em CC-BY.

Escola Digital

É uma plataforma de busca que reúne objetos e recursos digitais para projetos de ensino e aprendizagem dentro e fora da sala de aula. O site pode ser utilizado, reproduzido ou mesmo adaptado por qualquer pessoa ou organização interessada, e está licenciado em CC-BY.

Como você viu, os Recursos Educacionais Abertos (R.E.A) são uma forma de ampliar o conteúdo didático por meio da tecnologia. Afinal, é mais uma ferramenta que demonstra a importância dos avanços tecnológicos para a melhoria da qualidade da educação a partir da exploração de novos processos pedagógicos e do estímulo à busca pelo conhecimento.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre R.E.A, deixe o seu comentário e compartilhe conosco o que achou dessa iniciativa!