Colônia de férias na escola. Já pensou nisso?3 min read

O período mais aguardado do ano está chegando: as férias escolares. As crianças passam meses planejando o que fazer, para onde ir. No entanto, os projetos podem não entrar em prática, pois muitos pais não conseguem conciliar o seu recesso para a mesma época. Aí vem a pergunta: o que fazer com as crianças? Já pensou em fazer uma colônia de férias?

Sim, uma colônia de férias é uma excelente saída! O próprio colégio pode oferecer atividades, o que é bom para todos os lados: para a instituição que terá uma renda extra, para os pais, que poderão deixar seus filhos se divertindo e em segurança, e para as crianças, que terão férias tediosas em frente a TV.

Dividindo por faixa etária

Para montar uma programação que atenda a todos, você vai precisar dividir os grupos por faixa etária. As crianças de 0 a 6 anos se interessam por atividades como Oficinas de Desenho, Historinhas Infantis, Vídeos Infantis, Pintura no Rosto, Caça ao Tesouro, Mamãe posso ir e Pique-Esconde.

Já o grupinho de 6 a 8 anos vai se prender em Oficina de Criação de Fantoches, Oficina de Brinquedos com Material Reciclado, Cineminha, Teatro, Jogos Pedagógicos e Atividades ao Ar Livre, como pequenas trilhas e piqueniques.

Acima de 8 anos, as crianças gostam mesmo é de colocar a mão na massa e se interessam por assuntos diversos. Assim, é melhor ter no calendário uma programação recheada de oficinas como culinária, primeiros socorros, robótica, jardinagem, confecção de instrumentos musicais, pintura em tela.

A partir dos 11, a escola pode apostar em jogos de todos os tipos: futebol, vôlei, tênis de mesa, queimada. O que vale é a emoção do torneio. Os esportes aquáticos também podem entrar nessa, se a escola tiver uma piscina.

Montando a equipe responsável pela colônia de férias

A equipe envolvida no trabalho é de suma importância. Todos precisam estar alinhados com a proposta da Colônia de Férias. Mau humor não pode ter lugar!

Para crianças até 6 anos, é preciso que haja um monitor para cada grupo de 10 crianças. Acima desta idade, o indicado é um professor para cada grupo de 15 crianças. É fundamental lembrar que, além dos monitores envolvidos nas atividades, é necessário ter um pessoal de apoio para auxiliar em todas as áreas, já que o número de crianças geralmente é grande.

Atente também para a limpeza do local, preparo das refeições. Então, faxineiros, cozinheiros e serventes são imprescindíveis. Uma boa nutricionista fecha a equipe já que, reza a lenda, para ter pique para se divertir é preciso estar bem alimentado.

Bom, existem inúmeras possibilidades para programar uma boa Colônia de Férias. O espaço a escola já tem. O público, também. Basta idealizar as atividades de acordo com os grupos e colocar muita animação nas férias do pessoal! Fazer uma boa divulgação entre os estudantes não depende de recursos financeiros e ainda coloca em prática o boca a boa, tão eficaz na propaganda. Se cada um levar um primo ou um amigo, imagine o sucesso que seu evento vai ter!

Sua escola já realizou uma colônia de férias? Quais foram os pontos positivos do evento? Conte pra gente!