portaria escolar

Portaria escolar: como organizar melhor a entrada e saída de alunos

Além disso, há outros pontos importantes que merecem muita atenção na portaria escolar, como a falta de segurança e de agilidade. Quem nunca reclamou do trânsito na porta de uma escola?

Esse é um grande transtorno, seja para quem está somente de passagem pela rua, seja por quem está na fila para buscar ou deixar o filho. 

Para contornar esses problemas, são necessários uma série de cuidados de modo que essa rotina fique mais eficiente e segura, como conhecer a comunidade escolar, criar algumas regras de acesso, entre outros.

Saiba mais

A importância da inovação e tecnologia para o ambiente escolar

Tecnologia nas escolas: Conheça 7 vantagens dessa ferramenta

Como um aplicativo escolar pode ajudar na comunicação da sua instituição

Pensando nisso, separamos algumas dicas sobre como organizar a entrada e saída dos alunos para resolver de vez esse aborrecimento na porta da escola! Boa leitura!

Entenda a importância de organizar o fluxo de alunos

A melhora no trânsito é apenas um dos benefícios conquistados ao organizar o fluxo de alunos. Outra questão muito importante é a segurança, pois, com a violência das grandes cidades, não é seguro permitir o acesso de qualquer pessoa na escola sem a devida identificação.

Por isso, a organização da portaria proporciona inúmeros benefícios à escola, aos pais e aos alunos, entre eles:

  • aumento da segurança na portaria escolar, já que não é permitido o acesso de pessoas não autorizadas;
  • redução do tempo de espera nos horários de entrada e saída;
  • maior agilidade no horário de saída das aulas;
  • melhor fluidez do trânsito no entorno da escola.

Saiba a melhor forma de organizar a portaria escolar

Manter o controle sobre o fluxo de alunos é uma atividade que requer uma série de procedimentos com o propósito de tornar esse processo mais organizado, o que é essencial para melhorar o funcionamento da escola.

Conheça bem a comunidade escolar

O primeiro passo para uma boa organização é conhecer a comunidade escolar, que é formada por todos os funcionários, pais ou responsáveis e alunos. O ideal é que, no início do ano letivo, a direção faça uma reunião com o propósito de apresentar as principais regras de acesso à escola, bem como os funcionários que farão parte desse serviço.

Outras regras importantes e que causam transtornos durante a chegada e saída dos alunos devem ficar bem claras, como o uso adequado do uniforme escolar e as principais medidas de segurança adotadas pela escola durante esse processo.

Os responsáveis pelo transporte escolar das crianças também devem ser comunicados sobre as regras de acesso. Além disso, devem determinar qual é a melhor maneira de evitar atrasos ou congestionamentos.

Isso porque, apesar de as escolas oferecerem prestadores parceiros, que já conhecem todas as regras, podem surgir prestadores que só passam para entregar alguns alunos. Dessa forma, todos devem ficar alinhados quanto às normas estipuladas.

Estabelecer política de atrasos

A escola deve determinar regras claras sobre atrasos. O ideal é que seja estipulado um limite de tempo de tolerância para que os portões continuem abertos no aguardo da chegada dos alunos. Após esse limite, o acesso deve ser feito por outra entrada. Dessa forma, os profissionais alocados para a portaria podem se direcionar a outras atividades.

É importante que, no local especificado para a entrada dos alunos atrasados, haja um controle de acesso, a fim de registrar quem se atrasou e qual foi o horário de chegada. Essa monitoração ajuda a controlar e evitar futuros atrasos. A escola deve estabelecer, ainda, a quantidade de atrasos permitidas por mês ou por semana.

A direção deve criar políticas de atraso conforme as idades e séries dos estudantes. Um exemplo são os alunos do ensino fundamental e médio, que, se chegarem muito além do horário, atrapalham a fluidez da aula. Portanto, deve-se estipular quantos minutos o aluno pode ter de atraso e, caso ultrapasse o prazo, deverá esperar pelo início da próxima aula.

Otimizar a logística de entrada e saída da escola

O momento de entrada e saída é sempre muito conturbado. Por isso, a escola deve estipular algumas regras a fim de otimizar esse processo na portaria escolar. Uma forma de fazer isso é organizar a saída e entrada dos alunos com alguma diferença entre os horários.

Escalonar o horário de entrada e saída ajuda a evitar que todos cheguem à escola no mesmo momento. Isto contribui para a melhoria do trânsito na região. Além disso, evita-se o contato entre as crianças maiores e menores, o que também merece cuidado para diminuir acidentes.

A organização dos carros também deve ser discutida. Dessa forma, a escola deve instruir aos pais e aos motoristas de transporte escolar que nunca parem em fila dupla nas proximidades do prédio. Outro ponto que precisa ser observado é que não estacionem em locais proibidos, como em frente às garagens vizinhas.

Um dos maiores problemas na hora da saída é a fila de espera na porta da escola Isto porque os pais ficam no aguardo enquanto as crianças são encontradas. Além do tempo perdido, há o problema da segurança, já que ficar estacionado dentro do carro é muito perigoso.

Utilizar um software

Com o auxílio de um software é possível organizar a saída dos alunos de modo que o tempo de espera seja completamente otimizado. Isso porque o sistema permite que os pais informem à escola que estão próximos. Com isto é possível que os funcionários organizem as crianças conforme a chegada dos responsáveis.

Dessa forma, a tecnologia oferece mais agilidade e segurança nesse momento. Tudo isso, por meio de um aplicativo, o que oferece mais praticidade e agilidade nessa tarefa.

Por meio do software, também é possível controlar a frequência nas aulas. Com isso, os pais podem acompanhar esses registros e se certificarem de que seus filhos estão na escola. Além de conferirem os respectivos horários de chegada e saída. Há, ainda, a opção de receberem uma notificação no aplicativo a cada novo registro de movimentação dos alunos.

Outra grande vantagem é a economia de tempo e a redução de custos. Já que os professores não precisam fazer chamadas no início das aulas e a escola não precisa investir em cadernos ou em listas de presença. Isso porque, por meio do sistema, a frequência às aulas também é controlada.

Além disso, o controle de acesso evita que pessoas não autorizadas entrem no prédio escolar, o que é fundamental para a segurança de todos.

Para que a portaria escolar funcione perfeitamente, é preciso uma série de procedimentos e cuidados, como saber com quem cada criança vai para casa. Além disto, estabelecer critérios específicos para atrasos e contar com o apoio de um software tornará todo esse processo mais ágil. E é claro, mais eficiente e seguro.

Quer saber um pouco mais sobre como o software pode ajudar o controle de acesso à escola? Então, entre em contato com a Escolaweb e agende uma demonstração!

portaria escolar