outubro 2015

Que os professores são peças-chave na sala de aula, todos nós sabemos. Mas para que eles passem pelas dificuldades - seja para lecionar quando estiver iniciando a carreira, seja para se adequar a uma nova escola mesmo já sendo experiente - o papel do coordenador pedagógico é fundamental. Então, se os seus professores estão com dificuldades, somente com o seu apoio é possível driblar a ansiedade, a insegurança, a agitação dos alunos e algum comportamento mais hostil por parte dos outros docentes. Dessa forma, o coordenador pedagógico deve estar atento e disponível para ajudar na integração do novo professor com o restante da equipe e com os estudantes. Tem dificuldades para ajudar a sua equipe? Veja essas dicas:

Em uma era onde a tecnologia está basicamente na palma de nossas mãos, não dá para deixar de lado a onda dos celulares e aplicativo para escolas. Hoje, esses aparelhos smarts são sinônimos de conectividade e realizar ligações passou a ser somente um detalhe a mais nesse leque de possibilidades. Em vista que esse assunto já deu muito pano pra manga em diversas escolas, a utilização dos celulares nas mãos dos jovens deve ser orientada com cautela, deixando a cargo dos professores decidir se é possível seu uso em sala de aula ou não.

Trânsito congestionado, filas duplas, excesso de veículos, pedestres atravessando fora das faixas e, o pior, muitas crianças no meio disso tudo. Parece familiar? Sim, não é? Afinal todos nós já passamos por isso ao levar um filho, sobrinho ou vizinho à escola. E não importa se a rua é estreita ou é uma grande avenida. Os problemas continuam. Mas, de repente, me ocorreu uma coisa: será que a escola teria como puxar para si essa responsabilidade e controlar, de forma organizada, o fluxo de pais e a entrada e saída de alunos? Talvez sim. Se você é um gestor escolar, dê uma olhada nessas dicas para gerenciar o portão da sua instituição:

Administrar o orçamento em instituições de ensino requer muita organização e responsabilidade. É fundamental que as pessoas responsáveis pela gestão financeira saibam como estão sendo gastos os recursos da escola. O controle financeiro permite identificar onde estão sendo realizados gastos desnecessários e os pontos nos quais poderiam ser investidos mais recursos, seja para novas contratações ou para compra de inovações tecnológicas.

Educomunicação é um neologismo e se refere à união das áreas de Educação e Comunicação Social. O que torna a Educomunicação peculiar, é seu método de compreender a mídia na escola ou na comunidade, através do olhar genuíno do aluno. O processo das atividades tem maior valor do que o produto, propriamente dito. O foco está no aprendizado. E isso requer o bom aproveitamento dos espaços de produção e usar os mesmos para abrir um canal de expressão e letramento, afinal, alfabetizar não é somente ler e escrever e sim, saber se comunicar!